ARTIGOS / DICAS QUE VÃO TRANSFORMAR SUAS FOTOS DE VIAGENS

DICAS QUE VÃO TRANSFORMAR SUAS FOTOS DE VIAGENS

Como apaixonada por fotografia, dedico esta coluna aos viajantes que desejam aprimorar seus registros fotográficos, fugindo dos cliques tortos ou mesmo das traficionais poses e selfies.

São dicas de composição e de como extrair do equipamento que você tem em mãos - e pode ser o seu celular - imagens que deixarão amigos e parentes boquiabertos!

Hoje, trago alguns exemplos que fiz usando apenas o celular, um iPhone 4 que há anos me garante boas fotografias em passeios, viagens ou mesmo no dia a dia. Sem nenhum apetrecho especial, apenas com edição básica no Photoshop.

Suas fotos também merecem um tratamento! Há softwares mais simples, como o Picasa, que garantem ótimos resultados. Boas fotos!

Dica 1: Horizonte na horizontal

Para uma boa fotografia de paisagem - especialmente, se for do mar -, atente-se à linha do horizonte. A maioria das câmeras (e dos celulares) possui grades (tipo um jogo da velha) que auxiliam na composição, e uma das funcionalidades é justamente deixar o horizonte retinho.

Outra dica é escolher onde ficará o horizonte, se acima ou abaixo da metade. No meio, geralmente, fica estranho.

Por fim, caso não haja nenhum elemento (humano ou animal), tente formar uma moldura natural, busque nuvens interessantes, abuse dos contrastes e das belezas que estão à sua frente.

Dica 2: Varie na selfie

Se você não curte as selfies tradicionais, então, abuse de novos ângulos e dos reflexos.

Nesta situação, curti muito as cores e a transparência da água. Um sol forte, próximo do meio-dia, proporcionou uma sombra dura do meu corpo, rendendo essa silhueta.

Dica 3: Saia da zona de conforto

Uma boa fotografia pode até sair no bambo, mas para resultados certeiros, você precisa fazer um mínimo de esforço.

Nesta situação, eu pedi para pararem o carro, para que eu pudesse registrar a passagem da turma por esta ponte e, ao mesmo tempo, aproveitar as informações sobre o local.

Pode até não ser uma grande foto, mas é um registro interessante, que marca muito bem o momento. Bem melhor que, simplesmente, fazer fotos de dentro do carro!

Dica 4: Prevendo situações

Por incrível que pareça, esta foto também foi feita usando um celular!

É bom conhecer o funcionamento da sua câmera, especialmente a velocidade do processamento da foto. Se for usar flash (use-o moderamente, sempre!), também precisa estimar esse período.

Como sei que o meu iPhone 4 tem um pequeno atraso entre o clique e a captura da imagem, começo a clicar "antes do acontecimento".

Nesta situação, reparei que Gabi, a amiga da foto, estava tomando banho nesta queda d'água. Encontrei um bom enquadramento e fiz o foco (sem usar flash, pois reparei que ela já estava bem iluminada com luz natural).

Antes que ela pudesse adentrar na água, comecei a clicar, num total de três cliques. O primeiro clique rendeu esta foto, que transformei em Preto & Branco!

Dica 5: Situações repentinas

Para registrar suas viagens, não se restrinja a você e às pessoas que estão te acompanhando.

Fotografe pessoas que podem compor uma boa cena, situações inusitadas e inesperadas, animais, enfim, fotografe os locais por onde você andar com um olhar mais documental.

Neste momento, por exemplo, uma forte ventania rendeu esta foto. Observei que a mulher estava caminhando e, ao mesmo tempo, se protegendo da areia.

Eu estava deitada na areia, então, meu ângulo estava ao solo.

O dia estava lindo e o céu, maravilhoso. E o horizonte? Abaixo do meio! =)

Dica 6: Brincando com água

Como eu disse mais acima, não usei nenhum apetrecho especial nestes exemplos, e nem mergulhei meu celular na água.

Com cuidado para que ele não caisse na lagoa, pedi que esta amiga mergulhasse até o fundo e viesse em minha direção, sorrindo. E assim ela fez.

O sol da tarde deixou a água bem transparente. Rendeu uma foto um tanto artística, não acha?

Dica 7: Brincando no pôr do sol

Se você apontar a câmera do seu celular em direção ao sol, perceberá que os tons podem ficar mais escuros ou mais claros, a depender do posicionamento do foco.

Se o foco for posicionado em cima do sol ou bem próximo a ele, os elementos que estiverem em cena ficarão bem escuros, formando silhuetas.

Se sua cena for ampla e com um lindo pôr do sol, que tal brincar um pouco com seus companheiros de viagem?

Dica 8: Detalhes

A foto pode até parecer esquisita, mas ela diz muito sobre a viagem em si. Um detalhe que mostra uma aventura inteira.

Com ela, encerro a coluna de hoje. Até a próxima! ;)

ADRIANA AMORIM
Alucinada por viagens e lugares não badalados; é jornalista e fotógrafa do amor; é também editora deste blog.
Colunistas
Natália Secunho mostra, na prática, como viajar com a família toda.
Adriana Amorim traz técnicas que vão dar um up nas suas fotografias.
Dimitri Carvalho fala de esporte para quem não quer ficar parado.
Rubens Yoshida reúne aplicativos que podem revolucionar suas viagens.
Julyane Miranda relata suas experiências, cheias de dicas e detalhes.